Nome cientifico: Satureja Montana L.
Nome popular: segurelha
Família: labiadas

 

Habitat
Cresce espontaneamente em lugares elevados das colinas, em encostas calcáreas e áridas.

 

Características da planta (aspecto agronômico)
São muitos os tipos diferentes de segurelhas, as mais conhecidas a Montana, em arbusto perene e bem denso, que serve de cerca viva para canteiros, e a hortensis, conhecida como segurelha de verão que vive apenas entre setembro e março.

 

Historia (origem)
Seu nome latino parece significar “sátiro”, e todas as segurelhas das florestas mitológicas pertenciam as sátiros, personagens metade homem e metade bode, que as usavam para exacerbar ou reprimir os seus instintos.
É nativa do Mediterrâneo e do norte da África e foi espalhada no mundo romano pelas legiões de César.
Era usada como medicamento e como especiaria.
Foi trazida para o novo mundo pelos colonizadores ingleses, onde se adaptou rapidamente.

 

Composição química
Óleo essencial:
- Carvacnol ( 27 a 40%)
- Cineol
- Cimeno (20 a 25%)
- Terpenos (40 a 50%)
- Timol
- Nitrofenol

 

Propriedades terapêuticas
É considerada uma erva anti-séptica do aparelho digestivo.
Tonica (apresenta ação estimulante sobre as funções orgânicas). Auxilia na eliminação dos gases intestinais, evitando sua formação.
- Indicado para asma, bronquite, tosse e problemas respiratórios.
- Constipação e sinusite.

 

Modo de usar
Prisão de ventre, sinusite e problemas respiratórios – tomar três xícaras de chá ao dia durante 10 dias (adulto).
Tintura – 15 gotas diluída em um pouco de água três vezes ao dia durante 10 dias (adulto).
Banho – tomar o banho com o maço de segurelha todas as vezes que se sentir cansado e desestimulado, é um banho estimulante, ótimo para o tônus muscular e para regenerar a pele envelhecida.
A segurelha tem um poder de regeneração do tecido granular. Sendo assim é um planta rejuvenescedora.

 

Fitocosmético
Para pele e cabelos oleosos. Por fricção do couro cabeludo.
Um banho composto muito usado para rejuvenescer é feito de confrei e segurelha. Ótimo para o tônus muscular.

 

Ervas de corte
A segurelha é uma erva muito usada na culinária; para polvilhar saladas de tomates, pratos de carnes, aves, vegetais cozidos, sopa de lentilha...Etc.
Pode-se ter vasos d’água com a erva fresca em corte na cozinha para o uso diário.
Á parte da erva que vai ficar em contato com a água não deve ter folhas para não danificar a água.
Acondicionando o maço de ervas desta forma, pode-se usar as folhas frescas para a manipulação de chás e condimento por um mês.

 

Meridiano onde a segurelha atua
Pulmão e Intestino grosso
Erva de aroma picante
O pulmão e o intestino grosso governam as seguintes partes do organismo: nariz, traquéia, brônquios, alvéolos, pele e pelos.
Quando em desequilíbrio pode ocasionar problemas de pele, urticária, espinhas, coceiras, prisão de ventre, sinusite e problemas respiratórios.
Obs. No outono quando estes problemas tendem a se agravar a segurelha esta sendo muito procurada para aliviar problemas de sinusite e prisão de ventre.

No emocional
Em desequilíbrio pode ocasionar, angustia, saudosismo, apego e controle excessivo.
Para estes tipos de problemas tanto no físico como no emocional devemos usara a segurelha nas dosagens prescritas acima. Não ultrapassar a dose diária (três vezes ao dia) nem a periodicidade de 10 dias, pois podem ocasionar efeito contrário.
Pode-se usar o chá ou a tintura.
Quando em equilíbrio este meridiano cria uma disposição para o otimismo a coragem e a clareza.

 

Contra indicação
Não há referencia na literatura consultada.

 

Parte da planta empregada
Folhas e sumidades floridas.

 

Cultivo
Sua reprodução é por estacas ou por sementes.
Prefere solos férteis, terra de boa qualidade, húmus, esterco e areia grossa em partes iguais, e bem drenada.
Para cada m² pode-se colocar 15 mudas.
Prefere regiões de clima temperado.
A poda para colheita da folhagem deve ser feita após 6 meses de plantio no jardim.
Podar sempre as partes de baixo, não mais que 1/3 da planta.

Atencão: Nunca use nenhuma erva sem consultar seu médico ou fitoterapeuta.