Jardim de Ervas Medicinais - Foto: Ronaldo R Christensen

Curso de Ervas

“UMA ABORDAGEM DA FITOTERAPIA CONSTITUCIONAL CHINESA E AS ERVAS DE VIVEIRO”

Temos que aprender a entender que os sinais e sintomas que o corpo manifesta são uma mensagem clara para deixarmos de agir de determinada forma.

Os padrões de respostas características de cada pessoa se desenvolvem durante a infância e persistem em alto grau durante todo ciclo de vida. Apesar das constantes mudanças, os traços de personalidade, os padrões de comportamento, os tipos de doença que o indivíduo adquire, tem um padrão notável. Os padrões que persistem pela vida afora, são reflexos de nossa constituição básica.

O tratamento com a fitoterapia tradicional chinesa se propõe alterar a forma pela qual agimos ao nosso meio ambiente, dando-nos uma oportunidade de mudança.

As ervas nos fazem sentir, pensar e agir. Sua principal meta como terapia constitucional é permitir que o indivíduo possa se adequar aos poucos ao fluxo de sua própria natureza.

No ocidente não empregamos a erva nesse sentido, nossa cultura não nos orientou dessa forma. Aqui as ervas são empregadas como um pronto alívio, associadas apenas a patologia.

Nesse curso vamos nos debruçar na observação das ervas (de viveiro) para entendermos como seu aroma, sabor e temperatura pode mexer em nossos comportamento e padrões bem delimitados. A intenção é podermos experimentar diferentes padrões de energia para quebramos, mesmo que por um momento, o ciclo de comportamento e experiências que nos mantem sem saúde.

A tarefa do herborista é identificar a constituição da pessoa da mesma maneira que olhamos a nossa volta e determinamos a partir das evidencias em que estação estamos. Porem existem dias frios no verão e dias chuvosos no outono, as estações chegam mais cedo ou mais tarde, e não tem limites claramente definidos. Da mesma maneira, as pessoas revelam um grande numero de características que tornam difícil determinar, a primeira vista qual é a sua constituição. Isto porque devemos formar um quadro bastante detalhado do indivíduo antes de determinar seu tipo constitucional.

Um dia frio e chuvoso pode parecer um dia de inverno, mas se as arvores e arbustos estão floridos é mais provável que seja primavera.

A aparência imediata de uma pessoa pode da mesma forma se nos precipitarmos nos confundir. O profissional precisa com cuidado juntar os traços e sinais e compor um padrão determinado. O tipo constitucional descreve o caráter como um todo, mas não os detalhes exatos do indivíduo. A tarefa do fitoterapeuta é determinar a constituição predominante examinando uma riqueza de características únicas.

Porem todas as nossas respostas em termos de tensão muscular, relaxamento e postura, tudo esta relacionado à energia. De fato a energia tem uma natureza eteria, como o ar, e como este esta em constante movimento.

Porem quando o ar fica estagnado, parece pesado, opressivo e da mesma forma quando nosso corpo está estagnado nos sentimos congestionados.

Os orientais conhecem bem o impacto das emoções sobre o campo de energia humano. Sabemos que a raiva estimula, o prazer acalma e a ansiedade abstruí nossas energias. Cada emoção da forma como é sentida, tem um impacto sobre nós. A tristeza enfraquece todo nosso campo de energia, nos sentimos derrotados, impotentes e fracos.

Muitas vezes não sabemos lidar com as nossas emoções. Suprimir uma emoção, não manifesta-la, pode criar condições que possibilitem uma síndrome, ou um padrão desarmônico.

A proposta deste curso é compreender a relação entre emoção e energia corporal. Nesse intuito vamos elucidar casos clínicos que estão em observação.

Um desses casos começamos a observar em março, estação vaporosa, final de verão, que para os chineses é a quinta estação. Os sinais e sintomas apontavam para fígado e coração todos em ebulição demostrando um padrão de pressão alta, olhos vermelhos, irritação e tensão muscular. Pensamos em deficiência de Yin com retenção de umidade. A orientação terapêutica para essa paciente foi drenar a água parada e movimentar as estagnações.

Veio o outono, os sintomas se deslocaram, a fleuma apareceu em forma de sinusite e na pele apareceram coceiras e vergões.
Passamos então uma composição para o alivio da madeira. Drenar a umidade e limpar o calor.

A brasa que estava guardada há muito tempo, se incendiou, sua fumaça vaporosa subiu e o grande incomodo se deu na parte superior do corpo. A boca, a língua, a garganta e os olhos começaram a arder.

Parecia que lutava a noite inteira na cama, acordava irritada, cansada se arrastando.

Sentia nas veias um fluxo muito grande de energia se movimentando, como dizia a paciente. “o braço parece ter um viaduto de carros”.
É claro que estamos atentos para que essa paciente possa drenar a umidade e aliviar o excesso de calor antes da chegada da primavera.

É importante dizer que no momento que liberou a energia congestionada algo de inédito aconteceu em sua vida.
Seu padrão vicioso era brecar o avanço de expansão da madeira.

Pedimos para deixar as coisas fluírem, fazer vista grossa para suas manias de perfeição e controle.
Seu trabalho triplicou. No inverno inaugurou três novas unidades.

AS ERVAS QUE VAMOS TRATAR E SUAS IMPLICAÇÕES:

As ervas que nutrem a terra (adocicadas).
As ervas que drenam umidade e calor (infecções, alergias).
As ervas que ajudam a transformar (indigestão, fleuma).
As ervas que apaziguam o espirito.
As ervas que harmonizam a terra (assimilação, aceitação).
As ervas que aliviam a madeira (desobstruir bloqueios energéticos).
As ervas que ajudam a drenar as emoções (limpar o sangue do fígado).
As ervas que trazem a tona a harmonia da madeira (humildade, planejamento, decisão).
As ervas que harmonizam o fogo (ansiedade, insônia, euforia, manias).
As ervas que organizam as emoções.
As ervas que tonificam metal (ajudam a socializar).
As ervas que drenam umidade patogênica (ervas que emagrecem).


Ministrado: Máximo Ghirello
Antropólogo
Especialista em fitoterapia Chinesa e Plantas brasileiras
Maximo@dicasdeervas.com.br
Inscriçoes: Fone: (19) 9106-4934 (claro) ou (19) 8872-1819 (oi) com Maximo.

 

Quer montar uma turma para curso na sua cidade, ligue para maiores informações ou envie um E-mail.

E-mail clique aqui

Assista o video explicativo - clique aqui na imagem